fbpx
Workshop Satélite 3

Inicio / Workshop

[WS3]
PHDA e escola. Como intervir?

Resumo

A Perturbação de Hiperactividade e Défice de Atenção tem por critério um impacto em mais do que contexto quotidiano da vida do indivíduo. Em grande parte do desenvolvimento um dos contextos em que o impacto da PHDA é maior, é o contexto escolar. Seja qual for a forma de expressão clinica desta perturbação, as dificuldades em regular a atenção e o comportamento têm um impacto muito significativo na vida das pessoas que têm PHDA. Em consequência o impacto generaliza-se à família e aos professores e colegas. A obrigatoriedade de 12 anos de escolaridade obrigatória, a exigência académica que os pais e a sociedade colocam como fator de pressão e os modelos pedagógicos vigentes são fatores que tornam o percurso escolar um caminho em que as dificuldades de desenvolvimento das pessoas com esta perturbação se expressam de forma significativa. Porém existem inúmeras formas de intervenção no contexto escolar que podem tornar o percurso escolar mais adaptativo e permitir que o impacto no plano académico não se torne um grande fator de risco acrescido ao desenvolvimento. 


Informações.

Data

24/04/2020

Horário

14:30 - 17:30

Local

ISEP

Inscrições limitadas

Nº máx.: 30

Formadoras.

Ana Rodrigues
Ana RodriguesTécnica Superior de Educação Especial e Reabilitação
Professora Auxiliar na Faculdade de Motricidade Humana nos cursos de Licenciatura e Mestrado em Reabilitação Psicomotora, Doutoramento em Educação e na Pós Graduação em Educação Especial /Domínio Cognitivo e Motor. Leciona também na Unidade Curricular de Áreas de Aplicação da Psicologia Educacional, do 4º ano do mestrado Integrado em Psicologia, Formadora no Curso de Pós Graduação em Terapia cognitivo comportamental na infância e adolescência, desde 2015, organizada pelo Instituto de Português de Psicologia - Módulo Intitulado: “ Perturbação de Hiperactividade com Défice de Atenção”. Formadora acreditada para a área das Perturbações do Desenvolvimento pelo Conselho de Formação Contínua.
Frequência do 5º ano de Psicologia Clinica, na área cognitivo-comportamental. Exerce atividade clinica em Educação Especial e Reabilitação e Intervenção Psicomotora no Pin – Progresso Infantil.
Membro Fundador da Sociedade Portuguesa de Défice de Atenção – SPDA.
Rita Ávila
Rita ÁvilaTécnica Superior de Reabilitação Psicomotora
Licenciada e Mestre em Reabilitação Psicomotora pela Faculdade de Motricidade Humana – Universidade de Lisboa (FMH-UL).
Intervenção com crianças em idade pré-escolar e escolar, com perturbações do desenvolvimento e/ou com alterações comportamentais e/ou com necessidades educativas especiais, em contexto clínico e em contexto escolar. Privilegia a articulação constante com os dois contextos próximos da criança, a escola e a família.
Integra o núcleo do Défice de Atenção e Hiperatividade, Perturbações do Comportamento e Humor e a Consulta de Orientação Escolar e Profissional (OEP) do PIN colaborando também na dinamização de grupos.

Local.

Centro de Congressos ISEP

Auditório Magno + Sala de Eventos

Morada

R. de São Tomé 166,
4200-072 Porto

De automóvel:

  • 41º10’41.26’’ N | 8º36’32.65” W

De comboio:

  • Para se deslocar ao Porto, poderá utilizar o comboio com destino à estação de São Bento. Depois, poderá deslocar-se de metro para o ISEP, basta apanhar a linha D (Linha amarela), ou outro meio de transporte público.

De avião:

  • O aeroporto mais próximo é o aeroporto Sá Carneiro, a aproximadamente 15 Km de distância. Existem ligações diretas entre o Aeroporto Francisco Sá Carneiro e a cidade do Porto, com vários horários entre estes dois destinos e preços económicos.

De Metro:

  • LINHA AMARELA(D) | ESTAÇÃO IPO

De STCP (autocarro):

  • 300 | Aliados > Hospital de S. João

  • 301 | Sá da Bandeira > Hospital de S. João

  • 603 | Marquês > Maia

  • 803 | Boavista > Venda Nova

Image

Telefone

963 010 262

e-mail

secretariado@spda.pt

Sócio SPDA

www.spda.pt